sábado, 17 de março de 2012

Túnel Transatlântico: Ficção ou Realidade?


          O ano é 2099, o trem no qual estamos falando viaja a uma incrível velocidade de 8.000 km/h, numa jornada sobre o oceano atlântico. Os passageiros acabaram de jantar em NY, e em menos de 1 hora estarão comendo a sobremesa em Paris. Ficção cientifica? Talvez não! Um túnel transatlântico pode estar mais perto da realidade do que nós imaginamos.


          Planeta Terra, 70% da superfície da Terra é de água. Uma colcha de retalhos de mares e oceanos separando as pessoas do mundo. Num futuro não muito distante, pode existir uma forma radical para atravessar os oceanos do mundo, uma forma que transformará para sempre a maneira como concebemos nosso planeta. Mais de 5 mil km de oceano separam o antigo do novo mundo. Um túnel transatlântico seria um dos maiores projetos de construção já realizados. Seriam necessários recursos numa escala nunca antes imaginada, cerca de um milhão de toneladas de aço, a produção reunida de todas as siderúrgicas do mundo, durante o ano inteiro, mais de 50 mil sessões de tuneis, cada uma pesando milhões de toneladas, presos ao fundo do oceano, o custo será surpreendente: 12 trilhões de dólares, e levaria quase um século pra completar em algumas das mais extremas condições de trabalho do planeta. Mas se terminado o túnel transatlântico mudaria para sempre nossa forma de viajar, uma pessoa poderia viver facilmente de um lado do oceano atlântico, e trabalhar do outro. 


  
               Um sonho impossível.
          Frank Davidson não pensa assim: “O túnel transatlântico não está longe da ciência e da tecnologia moderna é uma questão de se acostumar a novas realidades”, e Davidson sabe o que diz. Sua empresa ajudou a projetar um túnel no canal da mancha, ligando a Inglaterra à França, o túnel também foi considerado uma ideia impossível e hoje em dia 6 milhões de passageiros por ano realizam a viagem de 3 horas entre Paris e Londres, mas com 50 km de comprimento, o túnel parece um pouco maior do que um pulinho, comparado ao túnel transatlântico de 5 mil km.


          A ideia de um túnel transatlântico vem inspirando visionários por mais de um século. Mas construir um túnel para levar passageiros através do atlântico apresentaria desafios de proporções inconcebíveis. “Existem vários fatores que tornam um projeto extremamente difícil, se não quase impossíveis. As limitadas janelas climáticas para a construção, as grandes distâncias que seriam atravessadas pra deslocar esses materiais e, é claro, o custo desse imenso projeto”. Difícil, perigoso e astronomicamente caro, mas, na mente de alguns visionários, totalmente viáveis. “Quando você começa a olhar para os problemas de forma sistemática, eles vão se render à pesquisa e ao desenvolvimento”. O primeiro passo seria traçar a rota mais prática. Como a construção de um túnel submerso pode custar cerca de 6 bilhões de dólares por km, diminuir as distâncias submarinas, parecem ser uma atraente solução.


            Um túnel transatlântico. Nada na terra pode se quer chegar perto de suas incríveis proporções. Tudo; desde as grandes pirâmides até a muralha da China seriam minúsculos em comparação a ele. E mesmo assim apesar de seu custo astronômico e seus desafios técnicos, visionários, como Frank Davidson, acreditam que um dia o túnel será uma realidade. “apesar de ser um problema muito difícil, o projeto não é de modo algum tão perigoso quanto voar ate a lua”. Se esse túnel for construído será uma das monarquias da engenharia mundial. O que nos esquecemos, é o quão longe já chegamos, coisas que são comuns hoje em dia eram consideradas inconcebíveis no passado. Parece ser nosso destino coletivo transformar as impossibilidades de hoje, nas realidades do mundo.





7 comentários:

  1. Caros futuros engenheiros,

    Gostaria de saber como seria construído um túnel transatlântico que passa pelo afastamento das placas: norte - americana e eurasiana? Isso não seria um problema?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, é uma região que sofre diariamente abalos sísmicos intensos e perfurar uma área assim seria impossível. Portanto, construir um túnel sobre o solo do oceano atlântico não funcionaria. Mas se um túnel pudesse ser fabricado em partes menores em terra firme e depois fossem conectadas e colocadas no fundo do oceano, poderia dar certo... Esse projeto é conhecido como túnel imerso e vem sendo usado por mais de um século.
      Mas o túnel transatlântico ainda é só uma especulação e possui muitas dificuldades ainda pra poder ser posto em prática.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. O continente americano está se separando do continente europeu em torno de 3 cm ao ano no sentido contrário, pois estas placas são divergentes, ou seja elas se afastam, ao fechar um ano, esse túnel simplesmente racharia em alguma parte, essa obra é inviável no sentido geológico da coisa, pelo fato de ser construído sobre duas placas tectônicas, é como um cabo sendo esticado por ambos os lados, uma hora arrebenta.

      Excluir
  2. Um túnel transatlântico é um túnel teórico que atravessa o Oceano Atlântico entre a América do Norte e Europa e levaria o trânsito em massa em algum tipo de trem, com visto na maioria das propostas. Usando tecnologias avançadas, as velocidades de 300 a 5.000 mph (500 a 8.000 km / h) estão previstas. As implicações de tal túnel são enormes. Imagine ser capaz de ir de Nova York a Londres em menos de uma hora. Ou o transporte de mercadorias no exterior por uma fração do custo e do tempo.

    Pode ser feito? Os planos para tal túnel não progrediram além do estágio conceitual, e ninguém está a seguir ativamente um tal projeto. As principais barreiras à construção de tal túnel é o seu custo, estimado em 12 trillion dólares e os limites da ciência dos materiais atuais. O Túnel Transatlântico seria 215 vezes maior do que o túnel mais longo atual e custaria talvez 3000 vezes mais.

    ResponderExcluir
  3. Trens movidos à levitação magnética e com velocidade de aproximadamete 8.000 km/h viajarão através de três túneis interconectados que ligarão a cidade de Nova Iorque até Paris. Estes túneis flutuaram a quase 200 m de profundidade, abaixo de icebergs e serão presos ao solo do oceano por cabos, pilares e hastes de aço. Os passageiros poderão comer, dormir e assistir aos seus filmes prediletos enquanto baleias e submarinos nucleares se movem silenciosamente ao redor do túnel.

    ResponderExcluir
  4. Na verdade este projeto não é tão impossivel quanto alardeiam por aii
    Usando alta tecnologia pode-sim construí-lo!!!
    Primeiramente construiria-se duas super bases de construção ininterrupta divididas em três setores
    1-produção de aço
    2-produção de concreto
    3-produção daa secções do túnel
    Trabalhando ininterruptamente poderia-se produzir tds as secções em 30 anos!!!
    Passando para a instalação,poderia-se utilizar instaladores automáticos que através de comandos remotos,afundariam,instalariam os minituneis um em um e através de GPS,determinariam as suas posições corretas
    Estas secções poderiam ser feitas de um modo semelhante as juntas de dilatação!!
    Podendo se afastar para atender ao afastamento das placas do atlântico!!
    E através de robôs via controle remoto,os cabos de aço seriam presos ao fundo do oceano!!
    O único problema é financeiro e não tecnológico!!!
    #Oliver




    ResponderExcluir